One day at a time


Anos 80, Casas de filmes, Coisinhas pra comprar, Decoração temática / quarta-feira, Janeiro 31st, 2018

Semana passada, eu visitei a Indigo com os meus pais (Não visitem sem dinheiro -tipo eu! É uma perdição pra quem ama papel e afins!) Lá, e eu e o meu pai ficamos encantados com os discos de vinil!

Os discos de vinil estão voltando e eu acabei reparando neles num apartamento que aparece super discretamente na série do Netflix “One day at a time“. O apartamento do Schneider!

Reparem na coleção de discos:

Na verdade, eu gosto de quase tudo nesse apartamento!  As luminárias, o padrão dos móveis e o piso, principalmente, são perfeitos!

Meu marido diz que eu sou hipster, igual ao personagem. Eu não posso dizer que “sim” nem “não” porque eu sou velha e eu confesso que eu não sei se eu entendo muito bem o que é um hipster… mas se é um hippie urbano moderno, eu certamente sou sim! A não ser que não exista hipster quebrado… =/

A única coisa que eu trocaria seriam esses sofás. Não pelas cores, mas porque eu preciso de sofás que gritem “pega a pipoca e vem” … e esses não me parecem confortáveis o suficiente pra isso!

Pra variar, meus olhos se voltaram para a escrivaninha – que eu colocaria na janela, claro! Mas, sendo um cenário de série, eu entendo e perdôo.

A escrivaninha é cheia de *brinquedos* e não sobra espaço sem preenchimento nas paredes em volta dela!

Por favor, esqueçam de mim naquele cantinho ali na sexta e só me acordem na segunda!

Aqui, a gente vê o toca discos! Não é dos mais legais, mas ok… serviu pra compor o ambiente…

Na Urban Outfitters eu achei uns melhores:

Às vezes eu acho que eu pesquiso essas coisas pra me torturar!

Como decoração pra estocar os discos, já  que eu não pretendo ser o Schneider,  busquei algo mais simples pelo Pinterest e gostei desses aqui:

E claro, no final da semana eu comprei um disco!

Pra quem não sabe, eu sou muito fã do Hanson! Leia-se MUITO. Eu sou dona da Hanson.com.br faz quase 20 anos…

Pois então, eu tento não mencionar eles aqui nesse blog pra não misturar os assuntos, mas hoje eu queria contar que o meu disco de vinil laranja é MUITO legal!

Acabei comprando do Hanson porque eu já tenho uma coleção bem grande de coisas deles, mas a minha vontade era trazer vários outros pra casa! Quem sabe um dia?!

Por enquanto, desculpem estar pra trás com as visitas e as respostas para os comentários! Essa semana está sendo super puxada no trabalho (trabalhei até no domingo =/). Pra mim, já podia ser sábado!

Em seguida apareço pelos meus blogs preferidos, pessoas!

Beijos meus e do Zac Hanson pra vocês (ha-ha)! Fiquem com a foto do dia em que eu conheci um dos grandes amores da minha vida. É, eu sou a cara da felicidade nessa foto…  ˆˆ E o gorro do Heitor marcando presença…

6 Replies to “One day at a time”

  1. Eu adoro vinil Shell, tenho uma vitrolinha da Crosley, dessa estilo malinha. Se eu pudesse, compraria vinis sempre, mas os novos são tãããão caros, né? Aqui no Rio, pelo menos, a gente tem que vender um órgão para comprar um vinil novo. Hahaha! Lindo esse vinil laranja! *-*

    1. PQP! Coloquei no google o preço dos discos aí no Rio e cuspi o café no teclado, guria! Cerca de 100 reais? WTF? Aqui não é caro assim não! Inclusive, tu acha os antigos por centavos! Pessoal no Brasil tá sabendo cobrar, hein? Como faz pra ser feliz assim? =/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *