7

A primeira viagem em família – Montreal

Por mais que eu tenha passado 30 anos da minha vida sonhando em sair do Brasil, quando isso acontece de fato, não é tão simples quanto parecia ser em teoria. Acostumar com um local novo, por mais lindo que ele seja, é complicado.

Ontário é incrível, certamente. Seguro. Fácil de viver. Foi a nossa primeira opção aqui no Canada ( Tanto que eu mal havia pesquisado sobre o Quebec, já que o nosso processo não nos permitia ir direto pra lá).

Acontece que, um belo dia, quando eu trabalhava em Ajax, num horário de almoco qualquer  eu resolvi colocar “Montreal”  no google. Acreditem, eu mal sabia o que Montreal tinha a oferecer.

Precisei de 30 segundos olhando para aquelas imagens pra me emocionar. Comentei com a minha amiga Roberta (que sempre me levava de carona) e nunca mais tirei a cidade da cabeça.

No final de semana passado, nós finalmente visitamos Montreal.

Foi mágico.

Foi um filme.

Eu senti, finalmente, uma vontade muito grande de pertencer `aquele lugar. Por mais que Ontario fosse linda, nunca teve aconchego ou “cheiro de casa” pra mim. Montreal fez eu me sentir viva, provavelmente por ter mais cara de Brasil -por mais absurdo que isso soe -.

Eu atribuo essa familiaridade ou “cara de brasil” à presença da igreja católica – que é muito marcante – e a alguns outros fatores.  Por mais que nós não frequentemos igreja alguma, essa presença faz as ruas serem muito familiares. Os paralelepípedos no chão da cidade antiga, as possibilidades infinitas e a ausência de monotonia das fachadas tambem me atraem bastante!

Preciso mencionar também que eu achei uma pilha de velharias e uma infinidade de bugigangas – coisas que eu amo infinitamente, assim como o meu sogro! Oi, Sílvio! Olha a polaroid, FUNCIONANDO:

A questão é que sair de casa e abandonar tudo que te e familiar é difícil, mas encontrar uma casa nova não é impossível, mesmo depois dos 30!  E aquele sonho que eu tinha de chegar num lugar e sofrer de um encanto instantâneo se realizou!

Não sei se em algum momento acabaremos indo pra lá ou outro lugar de Quebec, mas foi muito bom cheirar os paralelepípedos e as igrejas! E é, sem dúvida, confortante saber que esse lugar tao encantador fica bem aqui do lado!

As gurias, por sua vez, adoraram o show que a gente conseguiu ver ao vivo da janela do hotel! Depois elas cansaram e resolveram fazer ” pose de modelo ” pras fotos…

Aqui, mais algumas fotos da cidade antiga:

 

Reparem:

Voltaremos, Montreal! Voltaremos!

Até a próxima aventura , povo! Saudades de vocês, sempre!

Share This:

1

A primavera muda tudo – Fotos de Ottawa

Assim como o inverno, o verão e o outono… a primavera também muda tudo! Hoje nós acordamos e nos deparamos com milhares de florzinhas amarelas e uma grama absurdamente verde que não estavam ali quando fomos dormir ontem.

Realmente, se não fossem os insetos – e os malditos carrapatos contaminados com Lyme disease – eu poderia até pensar em dizer que eu gosto tanto da primavera quanto do inverno.

Ver o céu azul (e a luz do dia) faz muita falta principalmente pra quem sofre de alguma loucura e seus derivados (eu!) e é legal ver a rua alegre, as crianças brincando e os jovens sendo jovens nos seus grupinhos de conversa e suas cadeirinhas nas ruas na frente dos restaurantes.

Esse – sem filtro – era o céu hoje:

Então… corremos até a pracinha! Deus abençoe os Sábados!

Aqui, meus panoramas preferidos de Ottawa até agora! Olha a diferença que a mudança de estação vai fazendo nas cores:

Essa pracinha é a mais linda, e tem vista para o rio Ottawa:

Antigamente, a gente tinha essa pracinha só pra nós! Agora que esquentou, ela é completamente lotada! Ainda bem… eu já tava começando a achar que as crianças aqui não saíam pra rua e que o problema dos carrapatos era mais grave do que eu imaginava!

E aqui, uma das poucas que eu tenho do centro em um dia de neve e céu azul =)

Esse post foi pro pessoal matar a saudade da gente e ver um pouco do lugar que tanto me perguntam! Morro de saudade de vocês, todos!

Beijos nossos!

Share This:

1

O clima perfeito.

Hoje foi um domingo de primavera perfeito! 6 graus, sem vento, e um baita sol! A Primavera Canadense, claro, é mais do tipo:

a0a2c7d18868eb6821af75ee26cb36b9

Se é Abril, é primavera, mesmo com 5 graus e todo mundo sai às ruas, preferencialmente de BERMUDA e CAMISETA! Mas hoje foi um dia realmente lindo e as gurias puderam fazer uma das suas coisas preferidas que é sair pelas ruas vestidas de Minnie.

IMG_2121

Claro que ainda precisou de um casaquinho…

IMG_2127

Que foi substituído por outro 3 segundos depois dessa foto, quando elas caíram na lama…

Existe uma grande diferença entre o que as pessoas pensam que acontece nos bastidores das fotos e o que realmente acontece – principalmente com crianças e acredito eu que com animais obviamente também.

Nessa foto eu estava gritando enlouquecidamente pra elas pararem de pisar na lama… não adiantou e elas caíram.

Lá pelas 4 da tarde eu já estava pronta pra colocar o pijama e ir dormir, mas era um dia tão bonito que a gente desistiu de pintar e tivemos que ir ver a rua!

IMG_2195

A trilha estava linda com o céu azul ao fundo! Bem mais fácil de caminhar também. A neve já está indo embora e, semana que vem, acho que a gente já consegue encarar o trajeto de bicicleta!

IMG_2230 IMG_2225 IMG_2224 IMG_2223 IMG_2218 IMG_2212 IMG_2210 IMG_2209 IMG_2207

Eu tô sonhando com a minha cama desde as 4 da tarde e já são 10 horas! O pessoal aqui – ao menos os que trabalham comigo – colocam as crianças na cama as 7:30 e dormem às 9:30.

Éeéééé…. definitivamente outra cultura! Meia-noite e as minhas filhas estão pulando na cama. 8 da manhã, tão no 220v de novo…

Alguém nos ensina a dormir como canadenses?

Grata!!!

Share This:

10

Primavera

A primavera chegou – dizem eles por aqui.

A primavera aqui continua cheia de neve. Inclusive, vai nevar de novo sexta-feira! E eu preciso – com muita dor no coração – admitir que a neve é linda e é uma das minhas coisas preferidas do mundo todo, mas depois de 4 meses, o cinza fica BEM cansativo e dá um alívio muito grande ver um céu azul!

A sensação que tu tens, quando tu vais pra rua e sente o sol, é que alguém colocou a tua mão na tomada e tu consegues respirar mais fundo!

Tivemos uns 2 dias de sol e em seguida o cinza voltou com uma neblina super charmosa. Eu fotografei os primeiros dias de primavera (porcamente) e vou colocar aqui!

primavera no canada 1 primavera no canada 2 primavera no canada 3

Essa trilha fica fechada no inverno porque ela não tem manutenção, então, fazia tempo que a gente não conseguia passear por ali.

Eu acho engraçada a maneira como o meu pai se preocupou quando viu essas fotos porque nós estávamos sozinhos na trilha e ele achou que pudesse ser perigoso. “Perigo” é uma coisa que nem passa pela nossa cabeça aqui.

É meio lógico ate… 2 metros de neve e uma casa a 5km da outra. O ladrão vai te roubar e sair correndo, congelando por aí? Não dá! Não tem futuro essa profissão de ladrão no Canadá! Todos desistiram.

Então, o povo perambula pelas ruas tranquilamente, com seus Iphones e computadores abertos dentro do ônibus. É uma realidade paralela e eu até já me acostumei.

A Agatha, já para de caminhar e posa pra foto quando me vê com o celular! Tô precisando de uma câmera de verdade – faz anos -!

 

 

primavera no canada 4

Atrás de mim, o lago  congelado (ao menos com cara de congelado) ! Reparem que quando a temperatura sobre  pra zero graus a gente já nem sente a necessidade de colocar casaco. E, se resolve colocar, volta pra casa suando!

primavera no canada 5 primavera no canada 6

Olha como é prático arrastar o carrinho pela neve:

primavera no canada 2 copy

 

E esse foi o cenário hoje, na volta do trabalho, na parte de cima do ônibus. As pessoas ficavam me olhando com aquela cara de “ai, esses turistas”… e é bem isso que a gente é! Turistas permanentes que mal conhecem a cidade onde moram!

primavera no canada 9

Fiz até um videozinho! Vamos ver se eu consigo fazer ele aparecer aqui….

O endereço pro video é esse: https://youtu.be/-9cVCeD-AhI

Era isso, pessoas! Tô aqui, de boas, esperando a neve descongelar e o verde aparecer… parece que lá por Maio rola! E, ao que tudo indica, lá por Julho eu vou estar aqui de novo reclamando que o verão não acaba nunca, como sempre!

Beijo pra vocês! =)

Share This:

0

Antes que a neve chegue…

Enquanto a neve não chega (e a espera tem sido extremamente longa) a gente aproveita o fim do verão pra passear pela trilha do quintal de casa com as crianças.

A trilha é o meu lugar preferido de Ajax, apesar de eu ter várias críticas (já) sobre esse bairro. Eu gosto da maneira como a gente caminha pela beira d’água e de repente a água some.

Tirei várias fotos – meio repetitivas – pra mostrar pra Fernanda e pro Leandro a paisagem!

foto1

foto2

Quando a gente chega nessa ponte, tem um aviso BEM CLARO pra descer da bicicleta, mas aparentemente, pra algumas pessoas isso é muito complicado…

foto3

A gente consegue espiar do outro lado do “Duffins Creek” as casinhas que devem ter uma vista maravilhosa.

 

foto4

Essa área verde fica entre Ajax e Pickering. Se vocês forem caminhar mais um pouco e visitar o Rouge Park que fica entre Pickering e Scarborough e segue até o Toronto Zoo, usem muito repelente ou coloquem as calças das crianças por dentro das meias porque a área está já infestada com o carrapato que transmite Lyme disease (a doença que a Avril Lavigne tem) e, nós mães (ou EU-MÃE?) sou levemente paranóica com esse probleminha dessa região.

Aliás, eu morro de medo do dia que essa peste chegue no Brasil porque vai ser o caos.

Enfim, Lyme disease é tratável. E esse não é o tópico.

Continuando pela trilha, essa é a minha foto preferida:

foto5

Depois que nós fizemos a curva numa espécie de mirante pra carros, paramos um pouco na pracinha porque as gurias estavam prestes a ficar enjoadas.

foto6 foto7

A pracinha é bem grande, na beira do lado também, em uma região bem nobre e movimentada. A parte preferida delas é o parque de água. Ele é ativado colocando a mão sobre um dos brinquedos – mas eu não ensinei isso pra elas. Obviamente que um menininho veio e tentou ligar em cima de mim.

foto8

A medida que a gente vai se aproximando de casa a trilha é mais aberta e tem mais gente. No geral, a paisagem fica assim:

foto9

Foi um passeio longo pra elas… normalmente fazemos uns mais curtos, mas  deu tudo certo! Levamos água, comida e brinquedos – senão não dava!

A carruagem ficou uma bagunça!

foto10

É tudo bem bonito, aparentemente, mas, como eu já falei a região não é uma das minhas preferidas.

Um dos motivos  é  por ser muito perto de uma usina nuclear. O Greenpeace já fechou 2 por aqui, mas ainda há muito trabalho a fazer.

Até o próximo passeio!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share This: